As pessoas não gostam de publicidade, mas adoram uma boa ideia

1

Quase tudo na Contente se baseia em hashtags. Além de ser o conhecido símbolo de jogo da velha, hashtag também um convite e uma forma de agrupar conteúdo. Fazemos isso com as fotos do Instamission, do #amoresanônimos, do #retratosanônimos, do #vailasp, do #minhacartadeamor, vocês já sabem. E adoramos ver como outras hashtags vão criando conversas por aí.

#voyeurdoestendal é uma dessas iniciativas que surgem para trazer beleza para o feed. E ainda vem com uma história legal junto. “A ideia surgiu da nossa vontade de continuar a fazer projetos para a Câmara Municipal de Lisboa e, assim, divulgar a cidade”, nos conta Guilherme Nunes, publicitário carioca radicado na capital portuguesa há três anos - e também assíduo colaborador do @amoresanonimos. O primeiro projeto, assinado pela agência Leo Burnett Lisboa, foi o LX Type, que "encontrava uma fonte a partir dos cabos dos eléctricos". O segundo, o LX UP, quis "descobrir os miradouros escondidos da cidade, para além dos 16 oficiais".

Os varais espalhados pela cidade deram ideia para o terceiro projeto. “Estávamos sem nada para este ano e começamos a falar sobre os estendais, já que eu tinha umas milhares de fotos. Percebemos que, além de ser algo bem típico de Lisboa, eles nos diziam algo a mais. Se tivesse muita roupa para fora, um dia com muito sol vinha pela frente. Se tivesse sem nada ou com um saco por cima das roupas, provavelmente seria um dia chuvoso. E assim resolvemos criar um aplicativo que dá a previsão de tempo baseada em um ícone lisboeta: os estendais”, detalha. O app também dá dicas do que fazer na cidade, de acordo com o tempo. Veja > https://itunes.apple.com/en/app/lxcelsius/id1077486441?mt=8

“Outro dia li que as pessoas não gostam de publicidade, mas adoram uma boa ideia. Acho uma grande verdade e, por isso, tentamos criar projetos que gostaríamos de fazer, mesmo que pessoalmente, mas que sejam perfeitos para alguma marca. E assim as coisas vão tendo mais graça. Bom para as marcas. Bom para nós.” A gente também acha.

2

4

Dani ArraisComment